historinha para dormir?

toda noite, quando estou na capital, conto histórias para o meu baby blue dormir…

estabeleci um limite de duas histórias [por ele, contaria até nao aguentar mais...] então, as de hoje foram ‘peter pan’ e ‘joão e maria’ …

eu amo interpretar a história enquanto vou contando, então fiz o jeito do peter imitar um galo, como ele voa… a forma como a sininho joga o pó de pirlimpimpim e o mal-humor do capitão gancho…

- mãe, como o capitão gancho perdeu a mão?

- iaarrr, foi um crocodilo que comeu minha mão!

- mas como?

- dentro da barriga dele, tinha um relógio… e eu pensei q o roubaria para ficar mais rico… então, quando meti minha mão lá, TZZZ TZZZ TZZZ NHAAAAAAAAAAC! perdi meu braço!

- Aaahhhhhh!!! Não faz o crocodilo de novo mãe!!!

(…)

- Eu sou o Peter Pan! Líder dos meninos perdidos! Eu imito perfeitamente um galo e meus assovios são reconhecidos a distância! Cocoricóoooooo!

- mas você não fez o galo direito, peter pan! É assim: co co li cóoooo [batendo as asas e estufando o peito]

eu – com voz e jeito de sininho: – peter!!! achei você!! por onde você andou, peter pan?!

- mas eu sou o gustavo!

- não peter! tome, a sua espada! vou jogar o pó de pirlimpimpim em você, e vamos voar pela terra do nunca!

- ok, vamos! co co li cóooo!

[saimos os dois pela casa, sobrevoando lagos [vasilha da pandora de água], rochas [vasilha da ração], ilhotas [almofadas e travesseiros pela casa], vencendo piratas destemidos [irmã e cunhado namorando no sofá] e finalmente matamos o crocodilo que assolava o capitão gancho [um bichinho de pelúcia meu] ]

no segundo round, eu já com a voz falhando e a respiração ofegante, eis q me vem o pequeno pedindo: ‘conta outra história mãe!’

joão e maria, então…

-huahuahuaha ! hoje terei dois meninos gordinhos pro jantar!

coberto, falando com voz de medo: – ow mãe, to com medo da bruxa malvada!

- meeedo?! eu amo cozinhar criancinhas com medooo!

- pára mãe! você não é a bruxa!

- mãaeee? eu comi a sua mamãe no almoço!

- dona bruxa, deixa eu falar com a minha mamãe!

falando com a cabeça na minha barriga: – mãe, a bruxa malvada comeu você, mas eu vou te salvar!

ZUUPT!

- AII GU!! ASSIM DÓI!

- MÃE!!! EU TE SALVEI! A BRUXA TINHA COMIDO VOCÊ!!!

- ow bebê! era teatrinho!!

- era não! você não ouviu a voz malvada dela!!!

ai, como amo essa bagunça criativa… a chance de ser criança

e criar mundos e realidades fantásticas, e pular… e inventar vozes e facetas…

e ainda escutar um: ‘eu te amo, mãe’ e receber um beijo e um abraço… de uma pessoinha de 1,12 m de altura… e quatro aninhos de existência…

como eu amo ser mamys coruja desse menino lindo e mui corajoso…

[e sabe... ele me pergunta quando se tornará um cavaleiro de verdade ;) ... ]

simbolo.jpg

About these ads

  1. Vi tuas fotos no flicker agora… lembrei de vc… num tava ligando o nome à pessoa… Aquelas ilustrações no flicker são suas? São do caralho!
    Coloquei teu blog nos meus favoritos… se lascou… agora vou ler todo dia…
    Beijos!


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s