Eis a vez de Destruição:

desmorona roda,
engrenagem viva
girando eternamente teu ciclo
contínuo de morte e vida

Vida destruída
destituída de 

[clique aqui para continuar a leitura]