recebi este meme do meu querido de longa data Dante

fiquei pensando…’quais sao as 7 principais características minhas…aquilo que me tornam única…’ bom, então com muito esforço…e nada de medo…posso revelar que a Thahy de hj é constituida por:

  1. Ciclotimia : Uma das subdivisões do Transtorno Bipolar… Bom, ou vocês achavam que sentir as coisas com tanta intensidade era para pessoas ‘normais’ segundo o CID-10? 😉 Tenho oscilações do humor durante o dia, devidamente controlado por muita meditação e música 😉 – ainda bem q isso existe…
  2. Aborto: quando engravidei, desejava ardentemente realizá-lo. Não queria ser mãe, tinha meus planos e metas já traçados e um filho não estava neles. Qdo perdi líquido – e por isso o Gu nasceu 20 dias antes do previsto – torci pra que ele não sobrevivesse. Hoje não imagino minha vida sem meu leãozinho…. o quanto cresci e amadureci depois de tê-lo em minha vida… a forma como ele tocou cada pessoa que conheço…que o conhece… essa é uma das minhas maiores vergonhas e maiores virtudes… admitir isso e perceber como planos e metas sao importantes…mas mais importante é saber superar o imprevisto e seguir adiante. Tudo nessa vida tem 50% de chances de resultar em acertos ou erros. O segredo é tirar a lição de cada coisa que nos acontece… e passar isso adiante.
  3. Eu quero um amor pra vida toda: não gosto de lavar minhas costas com aqueles escovões. Preciso de alguém que me faça esse favor…e massagem tb. Eu penso, penso a respeito e sei que sou amorosa demais para ser solteira a vida inteira. Gosto de chamego, gosto de mimo e gosto de mimar…então preciso de amor…de todas suas formas e manifestações… sou um ser que ama, que sente e que vive a intensidade das pequenas coisas… então, tô doida pra me apaixonar mais uma vez ;)<
  4. Anti-social: Eu sou anti-social. Não gosto de muvuca, empurra-empurra. Não me imagino saindo de casa só pq ‘a maior galera vai aparecer’. programa ideal pra mim é um bom papo e uma boa companhia… aliás, eu gosto de conversar até demais… me sinto só e sei que boa parte culpa é minha…mas, nao consigo. Engraçado que ninguém acredita… Amigas de longa data me chamam de sonsa…santa-do-pau-oco e etc… Afinal, como pode alguém ‘extrovertida, falante, simpática’ ser anti-social? 😉 Mas eu gosto de manter um certo distanciamento… uma hiper amiga comenta que na verdade não dá pra me conhecer a fundo…pq eu não deixo…não permito. Na realidade aprendi muito cedo que deixar-se conhecer é um modo de permitir ser machucada…. então, preciso e prefiro manter essae distanciamento… sei que muitas vezes não permito que pessoas bacanas continuem ao meu lado… isso é uma das coisas que preciso aprender…. mas, por enquanto a gente vai levando 😉
  5. Segredos: tenho algumas coisas que sinto, penso, fiz que não revelo nem pro médium depois de morta (se existir algo, claro) 😉
  6. Vergonha: É engraçado. Eu sinto vergonha por ser mãe e não ser casada. As pessoas me cobram tanto isso… na realidade tem uma curiosidade incrivel sobre como me tornei mãe e pq a relação com o pai do gu não deu certo. É engraçado sofrer preconceito por ser: ‘mãe, nova, inteligente, bonita, solteira e bem-sucedida profissionalmente’. Geralmente desconverso, digo que ‘ a vida é assim mesmo’ e ponto final. Mas sempre vem aquela vergonha por fugir um pouco do padrão social estabelecido. Mais engraçado é ter vergonha por as coisas darem sempre certo. Veja bem: eu passei no vest. de primeira. passei num concurso público de primeira. terminei o relacionamento com o pai do gu depois de muito analisar, de primeira. fui chamada pela prefeitura do concurso 4 dias após a formatura. . gosto do que faço, sou reconhecida e desperto a simpatia das pessoas e confiança. Porquê afinal sinto que tem algo de errado preu me envergonhar?! Arre!
  7. Saúde:  Em 2003 tive um derrame na retina. Quadro este que vem se repetindo desde então. Em 2005 tive em ambas as retinas. Ainda bem que perdi somente 20% da visão no olho direito (poderia ser pior) tenho fortes crises de enxaquecas… devidamente tratadas com medicação de tarja-preta 😦 . Nenhum médico me deu uma informação esclarecedora sobre o que possa ser isso. Segundo um professor na pós-graduação [neuropsicologia], o que venho tendo são pequenos ataques cerebrais isquêmicos (mini avcs) e, se não me tratar e buscar as causas posso bater as botas qq hora. Quando estou tendo um, sinto dormência no lado direito do corpo (principalmente no rosto), a fala fica enrolada e preciso deitar-me imediatamente pra não apagar. Sem falar nas estrelinhas e na áurea que aparece. Isso sempre acaba numa bela crise de enxaqueca. Por isso irei a Belo Horizonte assim que possivel para uma consulta com um médico que o meu querido prof. indicou.

Bem, é isso. Gostaria que vocês também fizessem isso e me avisassem através de links. É legal, uma catarse virtual…

Confesso que me senti despida ao revelar isso pra vocês…

Anúncios