Algumas considerações pertinentes sobre o fim de um relacionamento, pensados e escritos a partir de uma conversa com uma das mulheres que amo nessa vida:

  1. nao existe A pessoa da nossa vida…
  2. existe crescimento e amadurecimento.
  3. em todas as nossas fases, sempre tem alguém que se encaixa com o nosso momento atual.
  4. Porém, poucas vezes é a mesma pessoa…
  5. quando não há sintonia de momentos, abre-se os precendentes para traições, mágoas…os desvios, etc
  6. Porque cada pessoa que nos acompanha como parceiro, para se manter em sintonia com nossas necessidade precisa também de um potencial enorme para o amadurecimento, tais como objetivos em comum, metas, etc…
  7. A pessoa que se encaixa conosco [em cada momento de amadurecimento e auto-conhecimento]… com certeza é um reflexo ou esboço das coisas que percebemos em nós … [Está tudo perfeito… só se esqueceu de que pessoas tem valores a acrescentar nas outras, então não somos 100% suficientes.] – complemento do thiago
  8. Reflexos do nosso amadurecimento ou da nossa auto-estima. Por isso que quando um relacionamento desanda a culpa nunca é de um lado somente. Sempre os dois possuem sua parcela de responsabilidade. É cômodo fugir ou atirar pedras. Mas se aquele parceiro nos acompanhou por uma jornada, é pq precisávamos amadurecer até perceber o fim da mesma.
  9. Não podemos pensar em um parceiro como algo imutavel, por que todo dia a gente muda…mesmo que pouco se perceba. Enjoar de um sabor favorito, tentar uma nova posição, descobrir um local pra se conhecer. Esses são pequenos momentos de crescimento…e principalmente de mudanças.
  10. Então: seja sincero consigo mesmo. Quando sentir que a angústia, a solidão e a tristeza prevalecerem sobre as coisas boas…não sintas medo. Assuma sua parcela de responsabilidade e tome uma decisão. Mudar não é feio, não é vergonhoso. Pegue as rédeas da sua vida, dos teus sentimentos e siga adiante.
  11. Sempre tem alguém vibrando na nossa sintonia. Luto é essencial para se começar uma nova vida.
  12. E lembre sempre de sorrir. Pequenas gentilezas nos abrem portas inimagináveis. Seja feliz. São os pequenos momentos que contam. As risadas, os abraços… os olhos. E lembre que eu te amo…e que sempre estarei aqui pra oferecer um ombro amigo, amiga!

[e não é sabedoria, amiga… c viu o qto me enlutei pra poder recomeçar um novo caminho, com uma nova casca e novas cores de asas… borboletas, sempre elas😉 ]