Eu, aos 5 anos: 

– não quero mais usar essa porcaria de bota.

– mas você precisa, pro seu pé criar a cava

– eu não vou usar! 

[não tenho cava, mas to pouco me lixando.]  

Aos 11: 

– eu te amo, irmã!

– eu quero que você morra!

– mimimimi Oo

[precisarei pagar terapia pra ele] 

Aos 16:

– você contou pra sicrana que ficou com fulano e não contou pra mim!

– mas…

– não quero mais ser sua amiga!

– problema seu, então! 

[nunca mais falei] 

Aos 21: 

– doutor, quero que você tire o aparelho dos meus dentes!

– mas agora que completou 1 ano, precisa passar no mínimo 2

– eu não quero saber. Se você não tirar, eu tiro em casa quando chegar! 

[ele tirou… a contragosto, mas tirou.]

Aos 24: 

– tenho razões científicas pra terminar o noivado!

– mas eu te amo!

– eu não quero mais! 

[acabou, né]

Finalmente, 25: 

– acho que seria melhor não nos vermos mais.

– mas…que tal darmos um tempo?

– é… é uma boa idéia… 

[acho que finalmente to amadurecendo! Êhhhhh!]

Anúncios