cheguei de um happy happy hour, corro cá [como uma boa viciada em internet], corro pra atender o cel. que toca insistentemente:

– cadê tu, moça?

– tô em casa, ora! Já tem uns 10 minutos!

– e tu foi pra órbita?!

– fui sim!

– como é que eu não te vi?!

– eu que te pergunto!!!

passado as ‘explicações’ básicas de tamanho desencontro, vou conferir meus emails, a coluna do meu querido marcelo, orkut, flog…quando de repente…as 3h da manhã…

SLUPT CAAATRAAANNN!

Olho pra trás e lá está o meu gato pendurado na maçaneta da porta! tudo culpa de um maldito piado de coruja da árvore ao lado!

dae fico pensando…será que um dia ele será capaz de abrir a porta?!

moro num apê, então não temos ratos… o pobre téo precisa de um hobby, uma distração…

quem sabe um dia tento isso…hoje não…

tô feliz…tô leve…

como é gostoso reencontrar quem se gosta! \o/