quando foi a última vez que você brincou com o vento, deixando uma das mãos para fora da janela [da casa, do carro, do ônibus] e sentiu ser possível moldar algo invisível, mas capaz de criar tempestades?

qual a última vez que você mergulhou no mar…no rio…no lago… e sentiu-se totalmente tocado e absorvido pelas águas… sejam as turbulentas… as calmas… as morninhas… as quentes…

me conte qual a última vez que presenciou o fascinante poder do fogo em brasa…as línguas indomáveis que sobem no ar e transformam qualquer coisa em suas matérias primordiais?

e quando foi a última vez que brincou com argila? moldando formas… concretizando idéias em forma de objetos… seja um cavalinho… ou um vaso… trazendo algo para o real, a partir do aprendizado e dos caminhos que a tua vida ensinou…

faz tempo?

não faz?

crianças brincam com massinha de modelar… adoram sentir o vento ao rodopiar… mergulham e se molham em qualquer oportunidade… e podem botar fogo na casa caso o adulto por perto se distraia…

já percebeu como elas são leves e preenchem os espaços de alegria? …

se permita …

a realidade já é algo tão previsível… recupere essas qualidades em você… lembre de como era gostoso… nem faz tanto tempo assim 😉

“a vida de uma pessoa é característica dela própria” [jung]

Anúncios