existe um momento na terapia

que faz com que eu ame ser psicóloga.

é aquele momento onde os olhos do paciente se iluminam e um ar de dúvidas dá lugar à compreensão de determinado sofrimento.

não tem como explicar… parece que a pessoa se ilumina… e os nós se desatam… claro que não é a solução para a vida inteira, pq viver é ter pequenos problemas diariamente, mas… é a certeza que se pode sim, resolver o que se parece impossível quando prestamos um pouco mais de atenção nas nossas atitudes e suas relações com o ambiente ao redor…

e é esse amor e estímulo que me faz continuar neste caminho…

para ser sempre mais e melhor: quando se ama o que se faz, o processo terapêutico vira um prazer e não uma obrigação.

Anúncios