Ganhei uma blusa rosa
que todo mundo olha
e diz que cai bem

Eu caí em mim e pensei
Minha mãe é quem gostava
de me ver assim também

Pintava de cor de rosa
até os fios dos meus cabelos
Imaginava-me impressa
numa série de selos

Saí de rosa-anjo

em procissão do interior
orações e lantejoulas
escorriam com o calor

Depois de grande
troquei meu papel de flor
Arranquei a faixa de miss

Virei de outra cor
Agora limpando o espelho
dos vermelhos sonhos de atriz

Vejo que minha mãe tinha razão
Sou linda de cor de rosa
Tão linda como eu nunca quis.

[amo essa poesia, e não sei de quem é…]

[amei essa imagem…quem fez foi meu querido puffitow… ele se vangloria tanto da caneta para desktop…agora reconheço o pq!😉 ]