eu tenho um costume… sempre em noites de lua cheia fico um tempinho meditando, olhando a noite… Depois que passei a trabalhar no interior, esse costume ficou mais prazeroso: céu limpo, sem poluição, noite estrelada, sem luzes da cidade…
estendi a manta, levei meu caderno, caneta, mp4… passei um tempão deitada…sentindo o cheiro da noite… constelações, nuvens… sons… pensei em tanta coisa… pensei se eu realmente precisava de um fatiador de legumes em cubinhos da polishop… afinal, cortar batata em forma de palito é terapeutico…

pensei nessa violência absurda que ronda os noticiários… que está ao redor…
pensei na música que ouvia… no que aqueles sons distorcidos da guitarra e baixo me eliciavam…

meditei, refleti… vi uma estrela cadente e corri pra fazer um pedido… pouco depois vi um vagalume sobrevoando o coqueiro… pensei ‘ estrela ou vagalume? por via das dúvidas, o pedido já fiz’…

sabe, quanto mais tempo a gente ganha com as ‘facilidades do mundo moderno’, mais tempo a gente perde … afinal, o que fazer com o tempo que sobra? … tédio é uma coisa tão frequente por aí…

Anúncios