é engraçado…

qdo eu tô mais quietinha e na minha, vem os paparicos… preocupações…

não que eu não goste… eu amooo ser mimada…

mas é que… neste período estou refletindo mais, estudando mais…

estes dias introspectivos são gostosos…

nem contei: na sexta chegou – aqui na casa da vó – os brinquedos de madeira que encomendamos…

gangorra, balanço, escorregador…

deos, a qto tempo não me balançava…

redescobri o quanto é gostoso… aí tem o ceuzão fantastico… a noite clara… lua cheia…

tem a coxa doída e o joelho ralado da queda de patins ¬¬

nó, as vezes ainda sou tão menina…

sabe…

até gosto de ser assim… quando posso… no fundo, bem no fundo, até preferiria… viver assim… levando a vida e as relações de um jeito light…

hmm… deve ser por isso q me irrito tanto qdo percebo má-fé… a maioria das pessoas sentem prazer em ferrar as outras… atrasar a vida… dificultar… qual o preço, né?

uma elevada no ego? …

q vidinha pobre, não é?

agosto está chegando… prometi pra mim mesma que não me irritarei no work…

afinal, é a minha profissão… e não quem eu sou.

novos planos, destinos e…principalmente caminhos…

em setembro zarpo prum lugar bem proveitoso…

e espero que, o quanto antes… possa fazer a viajem à machu picchu:

eu: – pois é, pai… meu proximo destino fora do país é este!

pai: – vc vai fazer a trilha inca?

mãe: – trilha?!

eu: – sabe mãe que existe um troço lá…chamado trem da morte?!

mãe: deusquemelivre você andar num negócio desses!

eu: – uai mãe, se quiser pagar… eu posso chegar ‘causando’ de helicóptero! e ser alvo dos batedores de carteiras e mercenários que ficarão de olho em mim, na sua coisa linda, filha primogênita salve-salve que deos lhe deu!

pai: – se eu fosse voce, ia no trem da morte! deve ser mais emocionante!

hehe… os dois se conhecem desde os 15 anos… ow sinastria perfeita!

[ machu picchu me aguarde.. já anotei na minha listinha de 101 coisas em 1001 dias 😉 ]

Anúncios