primeiro…

recomendo que você leia este post quando estiver sozinho/sozinha…

e quando o mundo ao teu redor estiver em silêncio…

quando você conseguir ouvir a tua respiração…

encoste a cabeça na mesa…

aperte o play… e sinta esta música:

segundo…

a última estrofe, diz:

. . “Talvez haja um Deus lá em cima
. . Mas tudo que eu já aprendi sobre o amor
. . Era como atirar em alguém que desarmou você
. . E não é um choro que você pode ouvir de noite
. . Não é alguém que viu a luz
. . É um frio e sofrido Aleluia”

[confira a letra completa traduzida]

terceiro…

um pouco sobre o compositor, cantor:

No dia 29 de maio de 1997, helicópteros sobrevoavam o Wolf River em busca de uma pessoa que ali havia desaparecido. Segundo relato do amigo Keith Foti, Jeff Buckley resolveu parar para nadar naquele rio antes de se encontrar com sua banda. Depois de alguns minutos, Foti foi até o carro para guardar alguns objetos, enquanto ouvia Jeff nadando e cantarolando “Whole Lotta Love”. Quando voltou, não viu mais nada. Ele gritou por “Jeff” por quase dez minutos e, não obtendo resposta, decidiu chamar a polícia. O corpo de Jeff Buckley foi encontrado só uma semana depois, dia 4 de junho, perto da nascente do rio Mississippi.

[leia na íntegra]

quarto…

religare…

e aí, o que você sentiu?

[eu sinto, acima do meu diafragma…uma energia tão forte… e vibrante…que da vontade de chorar… e o arrepio que percorre todo o corpo… e a palavra  hallelujah que nasce com a respiração forte e sai…pelos lábios… em forma de sopro, vida…

hallelujah… ]

quinto…

para quem quiser conhecer um pouco mais … clica aqui pra fazer o download do álbum Grace, de 1994.