.

.

.

“Dispastos ldao a ldao, as diefnerts lnígaus msotarm que, nas plavaras, o que cntoa ncuna é a vedrade, jimaas uma ersepxãso aqduedaa: pios, do crnotairo, não hvairea tnatas lníngaus” [Neztcsihe]